domingo, 4 de junho de 2006

Escrevo porque...

"Quando escrevo, repito o que já vivi antes. E para estas duas vidas, um léxico só não é suficiente. Em outras palavras, gostaria de ser um crocodilo vivendo no rio São Francisco. Gostaria de ser um crocodilo porque amo os grandes rios, pois são profundos como a alma de um homem. Na superfície são muito vivazes e claros, mas nas profundezas são tranqüilos e escuros como o sofrimento dos homens."
(João Guimarães Rosa)

2 comentários:

Suélen Lopes disse...

É.. João Guimarães Rosa.

No fundo é assim mesmo, né?! Principalmente quando ele fala sobre os grandes rios.

Tentamos, às vezes, não deixar transparecer o que realmente sentimos, afinal, as pessoas que estão a nossa volta não tem culpa dos nossos sofrimentos.

"Na superfície são muito vivazes e claros, mas nas profundezas são tranqüilos e escuros como o sofrimento dos homens."

Sempre teremos o que escrever quando o assunto somos nós, homens.

Sábio João Guimarães Rosa.

Lou disse...

Um raio X perfeito do ser humano.