domingo, 29 de outubro de 2006

À minha irmã

Não é uma regra, e não há que se generalizar, mas as pessoas que passam por maiores provações e dores são aquelas que mais se aproximam de Deus. A razão é simples: chegam ao ponto zero, se despojam de conceitos, adquirem maior maturidade e Deus pode agir em suas vidas. Elas se tornam maleáveis, Deus pode usá-las. Elas aprendem - de Deus - como usar a fé que lhes é dada. Tornam-se barro e podem ser trabalhadas entre os dedos do Escultor. A vida não é justa - claro que eu sei - mas o que passa agora, mesmo que sufocante, vai ajudá-la a compreender melhor aos outros e melhor a si mesma. Deixe Deus ser Deus. Ele não desistiu de você.
(Dáuvanny Costa in As muitas águas, 2002 - AbbaPress Editora)


Um comentário:

Lou Mello disse...

Nós conhecemos bem essa história.