domingo, 1 de outubro de 2006

A Ética deles

Pelo 1º de Outubro - Eleições:

É tarde! Perdi minha ética.
Madrugada alta
altas horas de solidão
em que sigo acompanhando a chama
que me chama e serpenteia.
Respiro os pecados do mundo
num imundo axioma que me toma
e choro sem poder dormir.
Nas favelas, nas cadeias, no senado,
por todo o lado há culpados,
há inocentes.
Ainda que o mundo seja injusto
há sempre um custo para a verdade.
Lavo minhas mãos como um Pilatos
busco culpados sem querer de fato achá-los.
Onde está minha ética?
Se estou cética e não quero nem pensar em Deus?
Quanto mais nos meus que me esperam voltar ao lar
às origens do meu ser e humildade
obscurecidas pelo poder e autoridade
e essa caixa de maldades
que abriu-se em mim...
conheço o justo e só pratico o injusto
desde que me vendi em troca de uma cadeira
elétrica, porém faceira, que me seduz.
Fizeram-me procuradora me entregando confiança
que ignoro e não procuro nada
a não ser minhas vontades
e em cada azo de fazer o mal eu me deleito.
Vendi-me por trinta moedas.
Vendi minha honra e dignidade,
tornei-me Judas, mas cansei de o ser
- e não ser.
Minha esperança é vã.
Quero a manhã de sol risonho,
quero de volta o sonho que me pôs aqui,
quero de volta meu sentimento
no sussurrar do vento desse amanhecer
sem moral sou acuado animal
que uiva para a inalcançável lua
Despi-me de ética
só pela estética de parecer o que não sou.
Tornei-me vazia
e isso não me acalma.
Ganhei o mundo e perdi a alma
defronte de um eletrônico painel
sou uma rainha de papel
que não governa nada.
Não tenho mais povo, só partido,
partido está meu coração
que se despedaça a cada aprovação de lei
que eu não li e que não sei,
mas dei meu parecer.
Quero fugir antes que de vez me perca
contudo, perco minha cabeça se abrir a boca
para discordar.
É tarde. Perdi minha ética.
(Dáuvanny Costa)

2 comentários:

Anônimo disse...

mais uma vez parabens pela forma emocionante como escreve. Com certeza não é autobiografico porque vc não é assim, se tem alguem com ética nesse mundo é você, que se encaixa naquele 1 porcento que vive me falando. Seria bom que todos os politicos (e não politicos também) pensassem dessa forma tao crucial como vc escreveu e pudessem se arrepender e recomeçar dali.
parabens por retratar com essa doçura a maldade humana.
Carlos Pierangeli

Dáuvanny disse...

Esperança de que notem que se perderam e retornem.