terça-feira, 31 de julho de 2007

Verdades

[...] Então, olhei no fundo dos seus olhos doces e esperançosos e disse: 'sou uma mulher de muitas dores pelas feridas que sangram, por isso vivo intensamente cada minuto de prazer...'
(Dáuvanny Costa)

Um comentário:

Lou Mello disse...

Porque você sabe como eles são raros.